Quem sou eu

Minha foto

Olá, galera! Sejam muito bem vindos/as ao meu novo Blog. (risos)
Então, meu nome é Ícaro. Tenho 22 anos, sou estudante de Lic. em Ciências Naturais pela UFBA. Vale ressaltar que este BLOG tem principalmente o intuito de trazer discursos sobre uma disciplina que estou cursando neste semestre EDC287  e sobre formação de professores. Espero que minhas postagens sejam atrativas! Abração e mais uma vez sejam todos/todas muito bem vindos/as! Deus abençoe! Ícaro Andrade

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Oficina de GIMP

--
Você já ouviu falar no GIMP? Se sua resposta for não... Observe a imagem abaixo e veja se ela te lembra alguma coisa...
Este é o Wilber, ele é o mascote do Gimp desde 1997.
Ainda não sabe o que é o GIMP? Nem depois da imagem do Wilber? Assim também me encontrava até o dia 22 de outubro de 2014. Não fazia ideia do que era, como usar, para que servia, enfim. Nessa data registrada ai na linha anterior, foi o dia que fiz uma oficina de GIMP com o pessoal da minha turma de EDC287 e descobri do que se tratava e vou dar uma pequena ajudinha a vocês.

GIMP (GNU Image Manipulation Program) é um editor de imagens e fotografias. Seus usos incluem criar gráficos e logotipos, redimensionar fotos, alterar cores, combinar imagens utilizando o paradigma de camadas, remover partes indesejadas das imagens e converter arquivos entre diferentes formatos de imagens.
O projeto foi criado em 1995 por Spencer Kimball e Peter Mattis e hoje é mantido por um grupo de voluntários; é uma alternativa open source ao Adobe Photoshop. O nome GIMP originalmente era sigla de General Image Manipulation Program; em 1997, ele foi mudado para GNU Image Manipulation Program, é licenciado sob a GNU General Public License.

Conhecendo a interface


1 - Caixa de Ferramentas > Aqui você verá todas as ferramentas do Gimp, como a ferramenta de seleção, balde de tinta, texto, desfocagem, borracha, entre outros.
Observe que essa janela é dividida em duas partes, aonde na parte de cima temos as ferramentas propriamente ditas, e na parte de baixo vemos as configurações dessas ferramentas. Por exemplo, se você selecionar a ferramenta de seleção, você poderá escolher se a sua seleção vai ter cantos arrendondados, se escolher a ferramenta de borracha, você poderá escolher o tamanho da borracha, etc...
2 - Dialogos > Essa é uma janela extremamente importante, nela temos acesso às camadas, pinceis, histórico, entre outros. Você pode colocar outras janelas ou tirar se preferir.
Caso tenha fechado essa janela sem querer, veja como reabrir clicando aqui.
3 - Menus > Os menus são de extrema importância, vamos ver um resumo de cada um:
Arquivo - Aqui você pode salvar a sua modificação, abrir alguma imagem, abrir imagens recentes, fechar, entre outros.
Editar - Você pode desfazer a última coisa que você fez (atalho CTRL+Z), recortar (CTRL+X), Colar (CTRL+V), entre outros.
Seleção - Aqui você pode configurar a sua seleção, descelecionando algo selecionado (SHIFT+CTRL+A), fazendo a parte selecionada "flutuar" (SHIFT+CTRL+L). Também pode aumentar ou diminuir a sua seleção, entre outros.
Visualizar - Nesse menu você pode colocar grades pra facilitar a sua edição, botar a sua imagem em tela cheia, mudar o zoom (atalho CTRL+Scrool/girar o botão do mouse pra cima ou para baixo), entre outros.
Imagem - Você pode redimensionar a sua imagem, mudar o tom de cor, gira-la, cortar a imagem pra uma seleção já feita, combinar todas as camadas, entre outros.
Camada - Basicamente as mesmas configurações do menu imagens, mas dessa vez aplicadas apenas pra camada que estiver ativa no momento.
Cores - Mecha no contraste, matiz,  deixe em preto e branco, diminua o número de cores na imagem, faça ajustes automáticos nas cores, etc...
Ferramentas - Basicamente você tem acesso a todas as ferramentas da janela de ferramentas (1).
Filtros - Os filtros permitem fazer efeitos complexos com poucos cliques. Faça efeitos de iluminação, distorção, entre outros. Você também pode criar filtros através do Script-fu, mas para isso é necessário ter um bom conhecimento sobre programação. Sempre que produzir um Script-fu compartilhe, a sua criação pode ajudar a muitos outros e ao próprio Gimp.
Janelas - Aqui você pode abrir janelas de diálogos novos ou que você tenha fechado acidentalmente, como as janelas de camadas, histórico, etc... 
Ajuda - Itens básicos de ajuda do Gimp, e informação da versão que está sendo executada.
4 - Área de modificação > Aqui você verá a sua imagem e trabalhará nela.

Seguindo essas informações e com a orientação da monitora da oficina, eu consegui editar uma imagem: NÃO VALE RIR, foi a minha primeira obra!


P.S. a maioria das informações que estão inseridas nesta postagem foram retiradas do site do GIMP Brasil - http://www.gimpbrasil.org/

Se curtiu, se jogue nesta onda. haha'

Abração, até breve!!!

x

Nenhum comentário:

Postar um comentário